Dicas para quem está iniciando como Freelancer - meu freela

Dicas para quem está iniciando como Freelancer

Dicas para quem está iniciando como Freelancer

Dicas para quem está iniciando como Freelancer
5 (100%) 2 votos

Poder gerenciar seu tempo, carga horária e rotina de trabalho, sem ter que se deslocar até a empresa é um sonho, não é mesmo? Mas, não é tão simples quanto parece. É preciso conhecer algumas dicas para profissionais que estão iniciando como Freelancer, a fim de obter sucesso e conseguir aumentar os ganhos por esse meio de trabalho.

Quando se alcança uma posição de reconhecimento e conseguimos muitos jobs como freelancer é algo totalmente satisfatório, mas para quem está iniciando, pode parecer mais difícil, pois ficamos perdidos e não sabemos o que deve ser feito para conquistar os primeiros clientes e receber propostas de freelas.

Por esse motivo, listamos neste artigo algumas dicas essenciais para obter sucesso como profissional freelancer e conseguir os seus primeiros trabalhos.

Identifique a área que deseja atuar e especialize-se nela

A internet nos permite ter diversas opções, e muitas vezes ficamos em dúvida do que devemos fazer, por onde começar a buscar novos projetos, onde encontrar nossos clientes em potencial e em quais áreas podemos atuar.

É importante identificar com qual nicho você tem mais afinidade, consegue ter uma maior produtividade e pode oferecer seus serviços, a fim de se especializar e produzir alguns trabalhos na área para que possam ser usados em seu portfólio, a fim de atender clientes específicos.

Uma dica é se cadastrar em plataformas para freelancer online, como a Meu Redator, Meu Freela e outras, e pesquisar os tipos de trabalho que são oferecidos.

Aprenda a se diferenciar

Com o crescimento exponencial do trabalho no segmento freelancer, é preciso se diferenciar em meio à concorrência.

Ofereça valores competitivos no orçamento de trabalhos para atrair os clientes, por mais que ache que o trabalho possa valer mais, é melhor conquistar o cliente para conseguir fidelidade e indicações, do que cobrar valores como os da concorrência e ficar na fila de espera, como acontece com muitos.

Claro que não se deve cobrar valores muito baixos, mas que tenham uma pequena vantagem sobre a concorrência, pois também é preciso valorizar seu trabalho.

Além disso, identifique os seus pontos positivos e as habilidades que possui, para que possa usá-los para convencer o cliente a contratar os seus serviços.

Se atente aos trabalhos que serão colocados em seu portfólio, escolha os que ficaram melhores, receberam elogios ou foram publicados. De nada adianta ter 15 trabalhos com qualidade razoável.

Caso não tenha um portfólio, site ou blog, mas já tenha trabalhado em alguma empresa e participado de projetos, eles podem ser apresentados, Até mesmo um bom trabalho de faculdade que seja pertinente ao assunto pode ser útil.

Leia também: 5 formas de ganhar dinheiro com trabalho em casa

Organização, comprometimento e responsabilidade

Essas três palavras são a chave para qualquer serviço, independente de ser freela ou não.

Para sobreviver no segmento freelancer, é preciso ter flexibilidade, pois os clientes trabalham com prazos e eles devem ser cumpridos para conquistar a confiança e garantir futuros trabalhos.

Por mais que a rotina de um profissional freela proporcione maior liberdade e disponibilidade para organizar seus horários como desejar, é preciso ter uma rotina bem definida, ou seja, estipular um horário e cumpri-lo.

Se não atrasar os trabalhos, produzi-los com qualidade e for comprometido, choverá clientes, indicações e freelas para você.

  • Equipe meufreela
  • 25 de junho de 2019 às 5:58 pm
  • Freelancer