O que fazer antes de aceitar um freela - meu freela

O que fazer antes de aceitar um freela

O que fazer antes de aceitar um freela

O que fazer antes de aceitar um freela
5 (100%) 1 voto

Escolher de onde trabalhar, ter seus próprios horários, ser seu próprio chefe. Todos esses são atrativos da vida de freelancer, mas cuidados básicos são importantes para que a promessa de liberdade não vire uma grande roubada. É por isso que você precisa ter atenção para o que deve avaliar antes de aceitar um freela. Nós reunimos algumas dicas para ajudar nessa empreitada.

Conheça o projeto

Para fazer um trabalho de qualidade é importante conhecer bem o projeto e conversar com o cliente para esclarecer as suas dúvidas. Não tenha medo de perguntar. Quanto mais informações e intimidade com os temas, mais otimizado será o seu tempo e maior será a chance de satisfação para você e para quem contratou o serviço. É nesse ponto também que você percebe se a proposta tem a ver com os seus objetivos ou não.

Faça o que gosta de fazer

Aceite projetos com os quais você tenha afinidade. Além de ser muito mais divertido fazer o que gosta, será mais fácil cumprir os prazos. No entanto, isso não quer dizer que você tem que sair descartando oportunidades que fogem do seu perfil. Lembre de associar sua escolha com suas metas atuais. Às vezes você tem muitas opções e pode escolher, em outras fechar as contas no fim do mês é mais importante e talvez você precise aceitar algo que não é o ideal. Se esse for o caso, tenha isso em mente e não transforme essa situação em um problema.

Organize seu trabalho

Também não dá para sair por aí pegando todos os projetos que vê pela frente. Antes de aceitar o freela tenha certeza de que vai dar conta. Pior do que fazer trabalho de menos é se manchar por tentar abraçar o mundo e não cumprir os prazos. Isso é frustração certa para você e para o cliente.Tenha em mente (e no papel, no celular, no note…) qual é a sua disponibilidade de tempo. Sua ideia é ser freelancer fulltime? É ocupar seu dia com outras atividades? Em algumas situações é preciso dizer não para garantir o que muitos buscam nessa carreira: a qualidade de vida. Se a questão que pega para você é a financeira vale a pena se programar para aceitar projetos que paguem mais ao invés de aceitar tudo o que aparece.

Valorize o job e a oportunidade

Saiba cobrar pelos seus serviços e não tenha medo de negociar caso ache importante. Quando você está começando nesse mercado é comum aceitar freelas que paguem menos, mas não torne isso uma rotina. Calcule quantas horas você precisa dedicar e cobre um preço justo pelo seu esforço. Isso não quer dizer que você não tenha que ser maleável, depende muito de cada situação. Lembre de pesquisar os preços cobrados pelo pessoal que atua na sua área e converse com seus amigos para saber o quanto eles cobram. Com o tempo, já vai tirar isso de letra.

Você tem alguma outra dica do que fazer antes de aceitar um freela? Compartilha com a gente nos comentários.

  • Equipe meufreela
  • 27 de março de 2019 às 5:47 pm
  • Freelancer